JPG Bota 728x90
Exposição: Obsessão Infinita – Yayoi Kusama | TheGirls+
Exposição: Obsessão Infinita – Yayoi Kusama

Exposição: Obsessão Infinita – Yayoi Kusama

Quando comecei a ver fotos da exposição Obsessão Infinita fiquei curiosa para ir visitar. Ontem, dia 15 de julho terça-feira, por volta das 11 horas da manhã cheguei ao Instituto Tomie Ohtake, que fica perto da estação Faria Lima da linha amarela. 🙂

Exposição - Obsessão Infinita – Yayoi Kusama

Já estava bem cheio, com filas enormes para entrar nas salas (a exposição é gratuita) ao todo são cinco salas cada uma com uma fila individual. A primeira sala que visitei foi das esculturas flexíveis conhecidas como “Acumulações”: objetos de uso diário como bolsas, cadeiras, escadas de mão e sapatos cobertos com elementos de pelúcia semelhantes a falos (a chamada série “Obsessão Sexual”) ou com massa seca (“Obsessão por comida”). Nessa sala não era permitido fotografar, para não danificar as obras.

Exposição - Obsessão Infinita – Yayoi Kusama

Logo após corri direto para a fila da sala dos Espelhos Infinitos – Cheios de Brilho da vida (2011) uma sala cheia de luzes coloridas, e que parece muito maior do que realmente ela é.

Exposição - Obsessão Infinita – Yayoi Kusama

A terceira sala que visitei foi à sala de Espelhos Infinitos – Campos de falos (ou Mostra no Chão), que criava a sensação de ilusão. Pena que o tempo máximo nessa sala eram de 20 segundos apenas cabia dar um clique e sair.

Exposição - Obsessão Infinita – Yayoi Kusama

Exposição - Obsessão Infinita – Yayoi Kusama

A quarta sala que visitei era repleta de bolas rosa enormes. Já a quinta sala era a mais interativa antes de você entrar, eles te dão uma cartela com bolinhas para você colar onde quiser, mas a regra era clara você deveria colar todos os adesivos na sala, não deveria sobrar nenhum. Tinham vários móveis repletos de figurinhas, você via no teto, no chão, em todo lugar estava a Obsessão Infinita. 

Exposição - Obsessão Infinita – Yayoi Kusama

Yayoi Kusama é considerada umas das maiores artistas pop japonesa. Ela tem uma história de vida muito diferente e eu acho incrível a forma como ela conseguiu transformar problemas psicológicos em arte (ela sofre com esquizofrenia desde pequena, tem tendências suicidas, alucinações e TOC. Isso explica a obsessão por bolinhas e pontinhos).

Exposição - Obsessão Infinita – Yayoi Kusama

Na Sala dos Espelhos Infinitos – Cheia com o Brilho da Vida você se vê dentro de um lugar único. A sensação de estar ali, cercado de infinitas imagens de você mesmo nos espelhos com um milhão de bolinhas coloridas em volta te faz sentir dentro de um sonho muito louco e é exatamente essa a função da sala. Yayoi criou esse ambiente para que as pessoas pudessem se sentir dentro das suas próprias alucinações.

Exposição - Obsessão Infinita – Yayoi Kusama

Ela sempre foi uma mulher muito avançada para o seu tempo, feminista, revolucionaria e simpatizante da causa gay. Mesmo com tantos problemas psicológicos encontrou na arte um jeito de se expressar, com muita alegria e cores. Hoje, aos 85 anos, Yayoi mora voluntariamente em um hospital psiquiátrico no Japão.

A exposição é incrível! Ela é dividida por salas e tem filmes, obras e atividades dinâmicas. Vale a pena ir conhecer mais sobre a vida e obra dessa artista tão incrível!

A exposição termina dia 27 de Julho no Instituto Tomie Ohtake (Rua Coropés, 88 – Pinheiros | 11:00 am – 8:00 pm).

Beijos,

May Oliveira

Comentários

Comentários